Segmentação de marketing: definição, tipos e como fazer

o-que-e-segmentacao-marketing

A segmentação de marketing é uma das ferramentas mais eficientes para os profissionais do mercado definirem, entenderem e atenderem ao seu público-alvo.

Segmentar torna mais fácil a personalização de campanhas, focar no que é necessário e agrupar consumidores semelhantes em um público-alvo específico de maneira econômica.

Para saber o que é segmentação de marketing sem precisar ler, aperte o play acima e ouça a narração deste artigo!

A segmentação de marketing é usada por profissionais da área desde o final de 1900. Por mais simples que seja, é de vital importância para criar qualquer plano de marketing.

O que é segmentação de marketing?

A segmentação de marketing é a pesquisa que determina como sua organização cria subconjuntos de um mercado com base em:

  • dados demográficos;
  • necessidades;
  • prioridades;
  • interesses comuns;
  • critérios psicográficos ou comportamentais.

Compreendendo seus segmentos, você pode aproveitar essa segmentação em estratégias de produto, vendas e marketing.

Criar suas comunicações de marketing em mensagens de anúncios e segmentação avançada em plataformas digitais como Facebook e Google, usando sua segmentação, permitirá melhores taxas de resposta e menores custos de aquisição (CPA).

Segmentos de marketing podem ainda impulsionar seus ciclos de desenvolvimento de produtos, informando como você cria ofertas de produtos para segmentos diferentes, como homens e mulheres, ou alta renda versus baixa renda.

As empresas que segmentam adequadamente seu mercado desfrutam de vantagens significativas. De acordo com um estudo da Bain & Company, 81% dos executivos descobriram que a segmentação era crucial para o crescimento dos lucros.

O estudo também descobriu que as organizações com grandes estratégias de segmentação tiveram um lucro 10% maior do que as empresas cuja segmentação não foi tão eficaz ao longo de um período de 5 anos.

Empresas como a American Express, a Mercedes Benz e a Best Buy usaram a segmentação para aumentar as vendas, criar produtos melhores e se envolver melhor com seus clientes atuais e em potencial.

Importância da segmentação no Marketing

As empresas não sobreviverão se a estratégia de marketing depender da segmentação de todo um mercado de massa.

A importância da segmentação de marketing é que ela permite que uma empresa chegue com precisão a um consumidor com necessidades e desejos específicos.

No longo prazo, isso beneficia a empresa porque ela é capaz de usar seus recursos corporativos com mais eficiência e tomar decisões estratégicas de marketing melhores.

Tipos de segmentação de marketing

segmentacao-marketing-tipos

Existem quatro tipos de segmentação de marketing que são mais comumente usados. A segmentação é um dos truques de marketing mais antigos dos livros.

Com a população e as preferências dos clientes se tornando mais amplas, e as opções competitivas se tornando mais disponíveis, a segmentação de marketing tornou-se crítica em qualquer plano de negócios ou de marketing. Na verdade, as pessoas lançam produtos mantendo a segmentação em mente.

Existem três maneiras de classificar o que o cliente deseja: necessidades, desejos e demandas.

No entanto, para decidir as necessidades, desejos e demandas, você precisa primeiro realizar a segmentação. E na segmentação, o primeiro passo é determinar que tipo de cliente prefere seus produtos.

Assim, esse cliente será do seu público-alvo segmentado: quem iria querer o seu produto e se ele se enquadra no segmento de necessidades, no segmento de desejos ou no segmento de demandas.

Depois de decidir o produto que você vai fazer, então você decide sobre a segmentação de marketing.

Existem quatros tipos diferentes de segmentação de marketing e todos eles variam em sua implementação no mundo real. Vamos discutir cada um deles em detalhes a seguir.

1) Segmentação Demográfica

A segmentação demográfica é um dos tipos de segmentação de marketing mais simples e mais usados. A maioria das empresas a utiliza para obter a população certa para usar seus produtos.

Essa segmentação geralmente divide uma população com base em variáveis. Assim, a segmentação demográfica também tem suas próprias variáveis como:

  • idade;
  • sexo;
  • tamanho da família;
  • renda;
  • ocupação;
  • religião;
  • raça;
  • nacionalidade.

A segmentação demográfica pode ser vista aplicada no mercado automobilístico, por exemplo. O mercado tem diferentes faixas de preços nas quais os carros são fabricados.

Por exemplo: a Fiat tem a faixa de preço mais baixo e, portanto, fabrica carros dirigidos para o consumidor médio. Já a Audi e BMW têm um suporte de preço alto, assim o mercado-alvo são os compradores de alta renda.

Assim, neste caso, a segmentação está sendo feita com base em ganhos que fazem parte da demografia. Da mesma forma, idade, estágios do ciclo de vida, gênero, renda, etc. podem ser usados ​​para o tipo demográfico de segmentação.

2) Segmentação Comportamental

Esse tipo de segmentação de marketing divide a população com base em seu comportamento, uso e padrão de tomada de decisão.

Por exemplo, pessoas com estilo de vida mais tendem a buscar opções de comida mais saudáveis, alimentos orgânicos, etc. Outro exemplo são as pessoas com algum tipo de restrição alimentar – glúten, lactose, etc. – que precisam de alimentos com uma preparação específica. Estes são alguns exemplos de segmentação baseada em comportamento. Com base nele, o produto é comercializado.

Esse tipo de segmentação de mercado está em alta, especialmente no mercado de smartphones.

Os celulares da Blackberry, por exemplo, foram lançados para usuários que eram pessoas de negócios, os da Samsung foram lançados para usuários que gostam do Android e gostam de vários aplicativos por um preço gratuito. E a Apple foi lançada para os clientes premium que querem fazer parte de um nicho exclusivo e popular.

Outro exemplo de segmentação comportamental é o marketing durante as datas comemorativas. Digamos que no Natal os padrões de compra serão completamente diferentes em comparação com os padrões de compra em dias normais. Assim, a segmentação de uso também é um tipo de segmentação comportamental.

3) Segmentação Psicográfica

Segmentação psicográfica é aquela que usa o estilo de vida das pessoas, suas atividades, interesses e opiniões para definir um segmento de mercado. É bastante semelhante à segmentação comportamental.

Mas a segmentação psicográfica também leva em conta os aspectos psicológicos do comportamento de compra do consumidor. Esses aspectos psicológicos podem ser o estilo de vida dos consumidores, sua posição social e suas atividades, interesses e opiniões.

A aplicação de segmentação psicográfica pode ser vista em tudo hoje em dia. Por exemplo, a fast fashion Zara comercializa-se com base no estilo de vida, onde os clientes que querem as roupas mais recentes e diferenciadas podem visitar as lojas da Zara.

Da mesma forma, a Arrow se dedica ao estilo de vida de escritório de primeira linha, onde provavelmente chefes sofisticados compram suas roupas de trabalho. Assim, este tipo de segmentação baseia-se principalmente no estilo de vida ou atividades, interesses e opiniões.

4) Segmentação Geográfica

Esse tipo de segmentação de marketing divide as pessoas com base na geografia. Seus clientes em potencial terão necessidades diferentes com base na geografia em que estão localizados.

Por exemplo, pessoas que moram nas zonas rurais podem precisar de um purificador de água, enquanto aquelas localizadas em áreas urbanas podem precisar de purificadores de água com luz UV. Assim, a necessidade pode variar com base na geografia.

Da mesma forma, em países frios, a mesma empresa pode vender aquecedores, onde em países quentes, a mesma empresa pode mirar em condicionadores de ar. Assim, muitas empresas usam a segmentação geográfica como base para segmentação de marketing.

Esse tipo de segmentação é o mais fácil e foi muito usada nas últimas décadas, onde as indústrias eram novas e o alcance menor. Hoje, o alcance é alto, mas os princípios de segmentação geográfica ainda são usados ​​quando você expande os negócios em áreas mais locais, bem como em territórios internacionais.

As segmentações macro

A segmentação de marketing também está presente na hora de escolher o formato do conteúdo. Feita todo a segmentação pelos critérios acima, você terá um público-alvo bem definido para trabalhar. Assim, alguns aspectos continuam ajudando a atingi-lo de forma cada vez melhor e com materiais de qualidade.

Algumas segmentações macro são:

Mobile: hoje, trabalhar seu site e landing pages de forma responsiva, por exemplo, é trabalhar a segmentação “pessoas que acessam pelo celular”. Assim, esse público que prioriza o acesso no celular pode consumir seu conteúdo no formato adequado.

Ascensão do áudio: nada mais é do que segmentar o público interessado no conteúdo em texto mas sem tempo ou disposição para ler. Através das análises de segmentação comportamental, você pode identificar essa necessidade de ter uma plataforma de áudio aliada ao seu conteúdo e começar a buscar melhores formas de atender o seu público.

Quiz: segmentação do usuário que gosta mais de conteúdos lúdicos e interativos. Uma marca voltada para um público alvo pode criar jogos, testes ou aplicativos que estimulem a competitividade, o humor, dentre outros aspectos que agradam a esse público.

Leia também: Rock Content, RD, Trello: o segredo do conteúdo de qualidade.

Como começar com a segmentação

A segmentação de marketing não precisa ser complicada para ser eficaz. Existem cinco etapas principais de segmentação.

  1. Realize pesquisas preliminares: conheça melhor seus clientes fazendo algumas perguntas iniciais e abertas.
  2. Determine como segmentar seu mercado: decida quais critérios (por exemplo, dados demográficos/dados corporativos, psicográficos ou comportamentais) você deseja usar para segmentar seu público-alvo.
  3. Projete seu estudo: faça uma mistura de questões demográficas/afirmativas, psicográficas e comportamentais. Certifique-se de fazer suas perguntas quantificáveis.
  4. Crie seus segmentos de clientes: analise suas respostas manualmente ou com software estatístico para criar seus segmentos.
  5. Teste e repita: avalie seus segmentos garantindo que eles sejam usáveis e úteis. Se não estiverem, tente segmentar com base em outros critérios.

A segmentação de marketing é um método conveniente que os profissionais de marketing usam para reduzir custos e aumentar as taxas de conversão. Isso permite que eles sejam específicos em seu planejamento e, assim, forneçam melhores resultados. Além de ajudá-los a atingir a base de usuários de nicho, fazendo segmentos menores.

Quer saber como engajar seu público-alvo com suas ações de marketing? Baixe nosso Kit de Engajamento e descubra como melhorar suas ações.


Deixe uma resposta