11 maneiras de como aumentar a taxa de conversão agora

Aprender técnicas de como aumentar a taxa de conversão é absolutamente crucial. Ter uma boa taxa de conversão é a base de um alto volume de vendas.

O design é uma parte grande do trabalho de CRO (otimização para conversão). Mas depois de alinhar a parte estética, é essencial que você implemente funções adicionais de conversão para conquistar novos clientes e aumentar sua receita.

Que tal ouvir esse conteúdo ao invés de ler? Clique no play abaixo!

O objetivo deste post é ajudá-lo a encontrar e corrigir os pontos de contato que você pode ter perdido no seu site e assim aprender como aumentar a taxa de conversão.

Dicas de conversão: abra a comunicação com os clientes

1. Faça testes A/B

No setor imobiliário, o ponto crucial é a localização. Na otimização das taxas de conversão (CRO) é o teste. A experimentação é a melhor maneira de reduzir o risco na tomada de decisões, ao mesmo tempo que permite às suas equipes criativas espaço para inovação e exploração de novas oportunidades.

O que é um teste A/B?

O teste A/B (ou teste de divisão) é uma técnica para aumentar a taxa de conversão de seu site (que é a capacidade de transformar visitantes em clientes). Se você tivesse dois títulos possíveis para sua página e não conseguisse decidir qual usar, poderia executar um teste A/B para ver qual deles funcionaria melhor.

Você cria duas versões alternativas de sua página (página A e página B), cada uma com um título diferente. O software de teste A/B direciona 50% do tráfego de entrada para a página A e 50% para a página B. Ambas as páginas têm uma chamada à ação e, no final, você confere quantas pessoas executaram a ação proposta. A página com mais conversões (mais pessoas agindo) ganha.

Seu objetivo deve ser sempre ter pelo menos um teste A/B em execução em seu site.

Não existe “perfeito” quando se trata de marketing, site ou design de produto. E a única maneira de saber o que funciona e o que não funciona é testar continuamente.

2. Crie uma proposta de valor atraente e clara

O potencial da sua taxa de conversão é determinado pela proposta de valor, tornando-se o fator de conversão mais importante.

O que exatamente é uma proposta de valor?

É a principal razão pela qual um cliente em potencial deve comprar de você. Os clientes não querem apenas saber “O que há para mim?”, mas “Por que devo comprar de você?”.

Se você tivesse apenas 10 palavras para explicar por que as pessoas deveriam comprar de você ao invés da concorrência, o que você diria?

Muitos profissionais de marketing tentam aumentar a taxa de conversão, alterando os elementos da página como cores e tamanhos das fontes, formatos de botão, imagens, incentivos, etc. Quando o primeiro passo deve ser realmente o foco no fortalecimento de suas proposições de valor.

Se a sua página inicial ou a página do produto diz “Bem-vindo!” ou lista apenas o nome da sua empresa ou do produto, você está perdendo. Observe que há uma diferença entre a proposta de valor para sua empresa e seu produto. Você deve abordar ambos.

O que faz uma boa proposta de valor?

Primeiro, ela deve ser diferenciada das ofertas dos seus concorrentes. Além disso, você pode estar igual a um concorrente em todas as dimensões de valor, exceto em uma. Você precisa se destacar em pelo menos um elemento de valor (fator chave importante para o comprador).

Elaborar uma proposta de valor exige uma reflexão substancial sobre o que é único sobre sua empresa e seus produtos ou serviços.

Ter uma proposta de valor poderosa não é suficiente. Ela deve ser comunicada de forma eficaz para alcançar os melhores resultados. Você precisa refinar sua proposta de valor até conseguir articulá-la em uma única sentença instantaneamente confiável.

Por mais que você trabalhe em expressar sua proposição de valor, para saber sua verdadeira eficácia, você deve testar para ver como ela ressoa com seu prospect ideal. A otimização de proposições de valor é um processo contínuo que envolve identificar, expressar, testar e medir. Use o teste A/B para fazer isso.

3. Configure um funil de vendas

Às vezes, o que mata suas conversões é que você está pedindo a venda (inscrição, o que for) muito rápido. As pessoas podem estar “apenas navegando”, não estarem psicologicamente preparadas ou não terem pressa para comprar agora.

funil-de-vendaQuanto mais caro e/ou complicado o produto, mais tempo as pessoas precisam antes de estarem prontas para se comprometerem.

Para produtos de software, por vezes, oferecer uma demonstração ou uma avaliação gratuita em vez de solicitar uma inscrição ou compra pode trazer melhorias significativas na taxa de conversão.

Mas, em muitos casos, você precisa apenas desacelerar e construir um funil de vendas para criar confiança, desenvolver relacionamentos e provar sua experiência.

Um exemploDigamos que seu produto seja um curso online sobre consertos domésticos do tipo DIY (faça você mesmo). Veja como você pode construir o funil:

O que o visitante quer? Aprender sobre consertos domésticos do tipo DIY.

O que você quer? Que o visitante compre seu curso.

Como fazer isso?

  • Ofereça dicas gratuitas e úteis de reparo em casa através do seu blog, vídeos, e-book, podcasts, etc;
  • Torne-se um consultor confiável para o público;
  • Forneça razões convincentes para se inscrever em sua lista de e-mail (em troca de algumas boas informações);
  • Pílulas de conteúdo em vídeo gratuito via e-mail;
  • Envie os visitantes para uma landing page e estimule a compra.

Alguns especialistas dizem que são necessários pelo menos sete contatos com um possível comprador antes que ele esteja pronto para comprar de você.

Não é um número definitivo, pois cada empresa pode detectar um tempo de contato necessário com seus prospects.

Mas quanto mais longo e profundo o relacionamento com o cliente em potencial, mais provável é que ele compre de você.

Então diminua a velocidade. Ofereça valor e benefícios imediatos, antes de pedir a venda. Basta conseguir o endereço de e-mail para que você possa continuar conversando com eles e aproximá-los do ponto de compra.

4. Corte o jargão

A clareza supera a persuasão, sempre.

Recentemente me deparei com um site com a seguinte proposta de valor:

“Soluções de automação de marketing focada em receita e eficácia de vendas desencadeiam colaboração durante todo o ciclo de receita”.

O que isso significa? Agora você pode explicar o que eles fazem e como isso é útil para você? Não é verdade, certo?

Não tente atrair as pessoas com linguagem complicada de negócios – simplesmente não funciona.

Você escreve para as pessoas – são as pessoas que leem seu site. Diretores de marketing e gerentes de compras também são pessoas. Então não escreva para empresas, escreva para pessoas.

A clareza é algo com que profissionais de marketing lutam constantemente. A melhor maneira de reformular todo o discurso de marketing em seu site é imaginar que você está explicando seu produto para um amigo.

Se houver uma frase redigida de uma forma que você não usaria em uma conversa com um amigo, troque as palavras. Como Paul Graham disse, “escreva como você fala”.

5. Aborde objeções

Sempre que as pessoas lerem sua oferta, haverá atrito. Eles terão algumas objeções conscientes e subconscientes sobre o que você está dizendo e hesitarão em aceitar a oferta.

Durante as vendas presenciais, podemos descobrir essas hesitações com perguntas e abordar as preocupações, mas online é mais difícil. A solução é evitar esses objetos, abordando todos os possíveis problemas imediatamente.

Etapa 1 – crie uma lista de todas as possíveis hesitações e objeções que seus possíveis clientes possam ter.

Etapa 2 – adicione informações no seu discurso de vendas para eliminar ou aliviar essas preocupações. A lista pode conter coisas como:

  • Você não entende meu problema (explique os problemas que seu produto resolve);
  • Por que eu deveria acreditar em você? (mostre suas credenciais, experiência, prêmios, etc.);
  • E se isso não funcionar pra mim? (tenha depoimentos de todos os tipos de usuários que se beneficiaram do seu produto);
  • Não vale a pena o dinheiro, existem alternativas mais baratas por aí (explique seu preço, compare com a concorrência, prove o valor que seu produto oferece).

…e assim por diante. Busque informações externas, faça testes com os usuários e peça a seus clientes para descobrir com o que todos podem se preocupar.

Dica bônus: use pesquisas em seu site para identificar as frustrações dos visitantes. Dessa forma, você pode obter feedbacks reais e em tempo real, enquanto eles estão experimentando o seu site.

Leia mais: Dicas para blogs: conheça sites que podem ajudar iniciantes e veteranos!


6. Aumente a confiança

Digamos que você está descendo a rua da sua casa e um cara aleatório vem até você. “Ei, quer comprar um iPad? Apenas R$ 50. É novo em folha”. Você compraria?

Você sabe que o produto é bom. Você sabe que é realmente um bom negócio. Mas você, provavelmente, ainda assim não compraria. Por quê? Porque você não confia no cara.

O guru de vendas Zig Ziglar disse uma vez que existem apenas quatro razões pelas quais as pessoas não compram de você:

  • não há necessidade;
  • estão sem dinheiro;
  • não estão com pressa;
  • sem confiança.

Não podemos fazer muito pelos três primeiros motivos, mas podemos criar confiança. Adicione elementos de confiança ao seu site e veja suas taxas de otimização de conversão aumentarem.

Então, o que faz as pessoas confiarem em um site? O bom é que o Stanford Persuasive Technology Lab estudou isso ao longo dos anos e tem a resposta.

Aqui está a lista, verifique se o seu site tem todos os itens presentes:

  • Facilite a verificação da precisão das informações no seu site. Você pode criar credibilidade no site fornecendo suporte de terceiros (citações, depoimentos, artigos em publicações conhecidas, material de origem, etc) para informações que você apresenta, através de links. Mesmo que as pessoas não cliquem nesses links, você demonstrou confiança em seu material.
  • Mostre que há uma organização real por trás do seu site. A maneira mais fácil de fazer isso é listando um endereço físico. Outros recursos também podem ajudar como postar uma foto de seus escritórios, número do CNPJ ou listar uma associação com a Câmara de Comércio.
  • Destaque a experiência da sua organização no conteúdo e serviços que você fornece. Você tem especialistas em sua equipe? Seus colaboradores são autoridades? Certifique-se de mostrar suas expertises. Você é afiliado a uma organização respeitada? Deixe isso claro. Por outro lado, não vincule sites externos que não sejam confiáveis. Seu site se torna menos credível por associação.
  • Mostre que pessoas honestas e confiáveis ​​estão por trás de seu site. Encontre uma maneira de transmitir sua confiabilidade por meio de imagens ou texto. Publique fotos e biografias dos funcionários em que eles contem sobre família ou hobbies.
  • Facilite o contato com você. Uma maneira simples de aumentar a credibilidade do seu site é deixar suas informações de contato claras: número de telefone, endereço físico e endereço de e-mail.
  • Projete seu site para que ele pareça profissional (ou apropriado para o seu propósito). As pessoas avaliam rapidamente um site apenas pelo design. Ao criar seu site, preste atenção ao layout, tipografia, imagens, problemas de consistência e muito mais. Sites de aparência amadora matam a confiança. Invista em um design de qualidade.
  • Torne seu site fácil de usar e útil. Pesquisas mostram que os sites ganham pontos de credibilidade por serem fáceis de usar e úteis. Alguns operadores de sites esquecem os usuários quando eles atendem ao ego de sua própria empresa ou tentam mostrar as coisas incríveis que podem fazer com a tecnologia da web.
  • Atualize o conteúdo do seu site com frequência. As pessoas atribuem mais credibilidade a sites que mostram que foram atualizados ou revisados ​​recentemente. Se você tiver um blog ou uma seção de notícias, verifique se eles são atualizados regularmente. Nada diz tanto “fechado para negócio” quanto um blog abandonado.
  • Ninguém gosta de pop-ups e banners piscando. As pessoas associam isso a fraude e spam. Se possível, evite ter anúncios no seu site. Se você precisar de anúncios, distinga claramente o conteúdo patrocinado do seu. Quanto ao estilo de escrita, tente ser claro, direto e sincero.
  • Evite erros de todos os tipos, não importa quão pequenos pareçam. Erros de ortografia e links quebrados prejudicam a credibilidade de um site mais do que a maioria imagina. Também é importante manter seu site rápido e funcional.

7. Facilite o processo de compra

Outra maneira de como melhorar a taxa de conversão, é tornar o processo de compra o mais fácil possível. Seus usuários não devem descobrir como comprar de você ou onde clicar. Tem que ser intuitivo e evidente. Tão poucos cliques quanto possível.

Sua avó poderia descobrir como comprar no seu site em um ou dois minutos?

  • Diga aos seus usuários o que eles devem fazer a seguir. Em todas as páginas, sempre guie o usuário para a ação que você quer que ele faça. Faça o próximo passo parecer mais importante do que outros links.
  • Não dê aos usuários muitas opções. O Paradoxo da Escolha (um ótimo livro, a propósito) afirma que quanto mais escolhas você der aos seus usuários, mais fácil será eles não escolherem nada. A escolha paralisa. Se você tiver muitos produtos, crie filtros melhores para que seus clientes em potencial possam identificar o caminho certo para eles sem gastar muito tempo.
  • Peça para preencher o menor número de campos possível. Quanto mais campos você tiver em seu pedido ou formulário de inscrição, menos pessoas o preencherão. Adicione a opção de se inscrever através da conta do Facebook ou do Google. Não peça nada que você não precise saber para continuar o pedido.
  • Não force os usuários a se inscreverem para comprar. O ponto principal: NÃO forçar as pessoas a se inscreverem como usuários para comprar de você. Deixe-os checar como um convidado. Isso fará bastante diferença.
  • Ofereça frete grátis. Caso você tenha um e-commerce, o envio gratuito foi a motivação mais popular para 82% dos consumidores do Reino Unido e 80% dos consumidores dos EUA em um estudo conduzido pela eConsultancy. Quem oferece essa opção tem uma clara vantagem sobre os concorrentes.

8. Comunique valor

Um erro comum cometido pelos profissionais de marketing é que eles não fornecem informações suficientes sobre os produtos e serviços que eles vendem.

venda-taxa-de-conversaoVamos pegar a cadeira da imagem ao lado como exemplo. Vamos descrevê-la assim (todos os fatos verdadeiros):

  • Assento e parte traseira de material de suspensão respirável, para conforto a longo prazo;
  • Peso: 23kg;
  • Cor: carbono clássico;
  • Garantia completa do fabricante de 12 anos;
    Preço: R$ 869

Você pagaria R$ 869 com base no que foi listado aqui?

Não! No entanto, muitos sites fazem exatamente isso. Eles apenas listam um monte de marcadores com recursos, juntamente com o preço.

A melhor maneira de vender produtos e serviços é adicionar tanta informação quanto possível. Adicione descrição, fotos, vídeos e comentários a todos os seus produtos.

Se alguém ler todas as informações do produto e ainda não estiver convencido, você tem um problema. Mas se alguém estiver convencido depois de ler apenas 1/4, eles podem pular o resto e apenas completar a compra imediatamente.

Até 50% das vendas potenciais são perdidas devido a informações inadequadas, segundo a IDC, uma empresa de pesquisa global.

Você precisa fornecer informações suficientes para que seu prospect possa se convencer.

Ah! Lembre-se de listar o preço depois de comunicar o valor. Caso contrário, as pessoas podem fazer um julgamento instantâneo com base no preço sem ler o valor que o produto oferece.

9. Ofereça provas

Tudo o que você afirma, precisa confirmar com provas. As pessoas são céticas e querem ver as provas. 

Então, que tipo de prova você pode fornecer?

  • Depoimentos de clientes. As pessoas que usaram seus produtos confirmam suas afirmações. É uma boa ideia usar depoimentos de clientes que estavam em uma situação pior do que o cliente médio. Se até as pessoas em circunstâncias terríveis puderam obter os resultados, seu público-alvo também poderá!
  • Estudos de caso. Todos damos atenção a antes e depois em estudos de caso. Muito eficaz quando bem feito.
  • Comentários de terceiros. Uma revista de negócios ou um blog escreveu uma crítica brilhante? Mostre e coloque o link para o artigo em seu site.
  • Prova social. Se você tem milhares de clientes, torne isso um fato bem conhecido. Ninguém quer ser o único usando seu serviço. Se você tem milhares de pessoas/empresas que usam seu serviço, não pode ser ruim!
  • Mostre! Nada como uma boa demonstração para provar o que seu produto faz. Use vídeos que exibem seu produto em ação.

Analise todas as afirmações feitas em sua página de vendas e descubra como adicionar alguma prova.

10. Remova as distrações

Isso é importante se você está focado em descobrir como aumentar a taxa de conversão usando técnicas de CRO. Você quer que as pessoas se concentrem em uma única ação e não se distraiam dela.

Há itens na página que podem desviar o visitante do objetivo?

Quanto mais insumos visuais e opções de ação seus visitantes tiverem que processar, menor a probabilidade de eles tomarem uma decisão de conversão. Minimizar distrações, como opções de produtos desnecessárias, links e informações estranhas, aumentará a taxa de conversão.

Nas suas landing pages e nas páginas de produtos, remova ou minimize tudo o que não for relevante para os usuários realizarem a ação principal.

  • Remova ou encolha o menu;
  • Livre-se das barras laterais e dos cabeçalhos grandes;
  • Tire imagens irrelevantes;
  • Pense em remover a navegação nas landing pages.

Pergunte a si mesmo se há algo mais que você poderia tirar da página: há algo que não está contribuindo para a conversão?

11. Adicione incentivos para ação imediata

Existe uma indicação de que a ação precisa ser tomada agora? O tom da apresentação, ofertas e prazos podem influenciar a urgência de compra.

Pode parecer óbvio para alguns e outros podem pensar que não funciona: nada cria tanta urgência como a escassez.

Existem dois tipos de escassez que você pode criar:

  • escassez relacionada com a quantidade (Ex.: Restam 2 lugares a esse preço);
  • escassez relacionada ao tempo (Ex.: Último dia para comprar).

Se o fornecimento do seu produto é infinito, você pode dar bônus por tempo, um presente grátis para a primeira quantia X de compradores ou um desconto se eles completarem a compra dentro de um determinado período de tempo.

Conselho: o motivo da escassez tem que ser legítimo. Não minta para seus clientes, nunca. Se é falsa escassez, as pessoas vão saber e seu grau de confiabilidade cai. Não vale a pena.

Leia também: Como aumentar as visitas de um blog e site com tráfego orgânico?

Gostou das nossas dicas de como aumentar a taxa de conversão? Tente colocá-las em prática e você alcançará excelentes resultados para o seu negócio.

Você sabia que mais de 70% das pessoas não consegue ler tudo que gostaria na internet? E você mesmo já deve ter passado por isso: querer ler algo, mas faltar tempo ou disposição.

Com os serviços do Vooozer, além de publicar posts em áudio facilmente e contratar pacotes de narração, você pode usar nosso player para capturar leads e aumentar suas vendas.

2 thoughts on “11 maneiras de como aumentar a taxa de conversão agora

  1. Muito boa sacada sobre a proposta de valor, com certeza ter clareza em determinar o diferencial em relação a concorrência faz toda diferença.
    Excelente artigo…

Deixar uma resposta